sexta-feira, 20 de junho de 2014

Inicio da pavimentação asfáltica em Curimatá.

b1.jpg
Na manhã de hoje, 20/06, foram iniciadas as obras de pavimentação asfáltica no perímetro urbano de Curimatá, total de 26.000 m², sendo beneficiadas algumas ruas do centro da cidade. As ruas a serem asfaltadas nesta primeira etapa são: rua Princesa Isabel, Rua João do Lago, toda a avenida Valdecir Rodrigues de Albuquerque onde já existe o calçamento e ainda a parte central entre a Av. Curimatá e a Av. Barão do Paraim. A realização desta obra é através de recurso estadual. Segundo informações do Executivo Municipal o projeto em sua totalidade é de asfaltar todas as ruas que já tem calçamento, a ser concluído em etapas, melhorando assim, a mobilidade urbana da cidade.b2.jpg
b3.jpg
b4.jpg
b5.jpg
b6.jpg
b7.jpg
b8.jpg
b9.jpg
b10.jpg
b11.jpg
b12.jpg
b13.jpg
b14.jpg
Fonte: 180 graus

Prefeitos da AMES se solidarizam com o município de Curimatá

O presidente da Associação dos Municípios de Extremo Sul do Piauí - AMES e prefeito de Riacho Frio, Adalberto Gerardo Rocha Mascarenhas, enviou nota de solidariedade ao município de Curimatá, em especial ao prefeito do município, Reidan Kleber Maia de Oliveira, em face ao cumprimento judicial que impossibilitou a realização da XXVII Vaquejada do município.
Devido ao evento não ter acontecido, que é tradicional por atrair pessoas de todo o País, o município acabou sendo bastante prejudicado, pois haviam sido feitos vários investimentos tanto pela administração municipal, quanto por parte dos comerciantes locais. Veja, abaixo, a nota de solidariedade enviada pelo presidente da AMES.
NOTICIA CURU RIAXU.jpg
A Associação dos Municípios de Extremo Sul do Piauí - AMES, por seu presidente, vem manifestar solidariedade ao Prefeito Municipal de Curimatá, REIDAN KLEBER MAIA DE OLIVEIRA, em face do impedimento judicial que impossibilitou a realização da XXVII Vaquejada do Município de Curimatá.
Sem perquirir sobre o mérito da decisão interlocutória liminar, o dano para o Município foi patente, pois o mesmo deixou de arrecadar tributos diversos, causando prejuízos imensuráveis à população que tiveram imensos prejuízos com investimentos feitos em produtos de comercialização; sem falar no fato de que a Vaquejada é uma festa tradicional, com o deslocamento dos munícipes e convidados, vindos de todas as partes do país.
Por mais, embora tivesse sido anunciada há mais de 60 (sessenta) dias, a proibição fora feita no dia de inicio da Vaquejada, por meio de decisão liminar e, sem possibilidade de um contraditório e ampla defesa efetiva por parte do prefeito daquela cidade.
O nosso sistema jurídico permite a açâo levada a efeito pelo Poder Judiciário, entretanto, não deve este, data vénia, no seu mister, se alheiar de circunstâncias e variáveis outras, sob pena de, em nome da proteção da moralidade administrativa, ocasionar prejuízos muito maiores, especialmente, quando poderia ter condutas legais eficazes e menos danosas para toda a população.
É em solidariedade à população de Curimatá que os prefeitos da Região do Extremo Sul do Piauí manifestam o entendimento acima exposto.
ADALBERTO GERARDO ROCHA MASCARENHAS
Prefeito de Riacho Frio - PI
Presidente da AMES/PI
Fonte: Com informações da AMES 180 graus

Projeto cria parceria com Governo do Piauí para combater criminalidade

Dia 04.06, foi aprovado na Câmara Municipal de Curimatá em Sessão Extraordinária o Projeto de Lei nº 003/2014 que regulamenta convênio entre o Governo do Estado por meio da Secretaria de Segurança Pública e a Prefeitura Municipal de Curimatá. A parceria visa implantar o Programa de Combate à criminalidade com o aumento do contingente e a melhoria do aparato policial. Atualmente o patrulhamento policial na cidade está sendo feito por equipes da força tática PM do PI e policias do GPM local.
a16.jpg
fonte: 180 graus

segunda-feira, 16 de junho de 2014

TCE envia lista de 211 gestores com contas reprovadas ao Ministério Público Eleitoral. E Curimatá tem alguém ?

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) enviou hoje, 16, ao Ministério Público Eleitoral, a relação preliminar dos gestores que tiveram as prestações de contas julgadas irregulares, desde 2005, com trânsito em julgado. A lista contém os resultados de 271 julgamentos, de responsabilidade de 211 gestores. A diferença ocorre em razão de alguns gestores acumularem mais de uma reprovação em suas contas.
Imagem: ReproduçãoTCE-PI(Imagem:Reprodução)TCE-PI
As lista envidas pelo TCE-PI e por outros órgãos de administração pública vão compor o Sistema Sisconta Eleitoral, desenvolvido pela Procuradoria Geral da República, a pedido do Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral (Genafe) e da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE). As informações serão analisadas pelos procuradores do Ministério Público na área eleitoral em cada estado e no Distrito Federal para verificar a necessidade de ação na Justiça Eleitoral contra o registro dos candidatos, que pode ser feito até 5 de julho. O Sistema integrado de informações vai conferir mais eficácia à aplicação da Lei da Ficha Limpa.

Clique aqui e confira a lista
 Acesse aperte ctrl F coloque o nome Curimatá e vai teclando enter para ver as situações.

fonte: gp1

sábado, 14 de junho de 2014

Justiça proíbe vaquejada de Curimatá por irregularidade em patrocínio

Tribunal de Justiça atendeu pedido Ação Civil Pública do Ministério Público.
Prefeitura de Curimatá preferiu não comentar sobre a decisão judicial.


Decisão judicial  (Foto: Reprodução/TJ-PI)Decisão judicial (Foto: Reprodução/TJ-PI)
A vaquejada de Curimatá, região Sul do Piauí, foi cancelada pelo Tribunal de Justiça. O evento estava marcado para iniciar nesta sexta-feira (13), mas a decisão do juiz Edilson Chaves de Freitas, publicada na quinta-feira (12), proibiu a atividade até que a prefeitura explicasse o dinheiro utilizado para patrocinar a atividade.  A decisão partiu de uma Ação Civil Pública Cautelar ajuizada pelo Ministério Público do Piauí.

O procurador de Curimatá, William Luz, explicou que o pedido foi motivado pela não regularização do patrocínio da prefeitura, desrespeitando o uso do dinheiro público, assim como o atraso de dois meses do pagamento dos salários dos professores do município. William também explicou que o juiz cedeu o prazo de 72 horas para que a prefeitura esclarecesse o patrocínio, mas nada foi feito.

“A vaquejada não é mais para acontecer por causa da decisão judicial e, caso os organizadores a descumpram, poderá ocorrer prisões em flagrante, incluindo o pagamento de multas. Se a Prefeitura explicar e regularizar o patrocínio, o evento, talvez, poderá ocorrer em outro momento. Deixamos claro que a decisão está publicada no site do Tribunal de Justiça para informação de todos e que ela não foi tomada com base de crime contra os animais, mas com a irregularização do patrocínio”, disse o promotor.

G1 entrou em contato com a Prefeitura de Curimatá, mas eles preferiram não comentar o caso.

fonte: g1

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Colisão envolvendo Hilux do 180graus e ônibus da 'Princesa do Sul' faz vítima

Uma grave colisão ocorrida na tarde deste sábado (31/05), entre uma Hilux da equipe de reportagem do 180graus e um ônibus da empresa Princesa do Sul, tirou a vida de uma pessoa identificada como Luiz Erbrans de Souza, que seguia no ônibus.
O condutor da Hilux, Ricardo Castelo Branco, teria desviado de um animal que estava na pista e acabou perdendo o controle do veículo, fazendo com que o carro batesse no ônibus e os dois veículos caíssem em uma ribanceira às margens da rodovia PI-225, que liga os municípios de Avelino Lopes e Corrente, na região Sul do estado.
CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA, AQUI.
1.jpg
3.jpg
5.jpg
FONTE> 180 GRAUS

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Hildebrando Pascoal silencia em depoimento sobre caso José Hugo

Julgamento do ex-deputado federal Hildebrando Pascoal em 2009; ele foi condenado a 18 anos de reclusão (Foto: Ascom/TJ-AC)Ex-deputado Hildebrando Pascoal
(Foto: Ascom TJ-AC/ Arquivo)
Intimado a depor na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco, nesta segunda-feira (19), o ex-deputado Hildebrando Pascoal, acusado de liderar um grupo de extermínio que atuou no Acre durante a década de 1990, preferiu silenciar. Pascoal é acusado de envolvimento no sequestro e morte de José Hugo Alves Júnior, em 1997, no estado do Piauí.

Além do ex-deputado, foi ouvido também o ex-policial Raimundo Alves de Oliveira, mais conhecido como "Raimundinho", acusado de envolvimento no mesmo crime.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Acre, o caso está sendo julgado pela Vara Única da Comarca de Parnaguá, no Piauí, mas como os réus cumprem pena em Rio Branco por outros crimes os depoimentos serão enviados por carta precatória.

Silêncio

Segundo a Justiça acreana, nos 33 minutos que duraram o depoimento, o ex-deputado e o ex-policial responderam apenas as perguntas sobre seus dados pessoais, se negando a responder qualquer indagação sobre o crime.

Pascoal pediu ainda que a Defensoria Pública do Piauí recorra da sentença, caso a ação seja julgada procedente.

Cabe agora ao juiz que analisa o caso na Justiça piauiense decidir o próximo passo. Os dois réus poderão ser levados à júri popular. Nesse caso, ambos terão que ir até o Piauí para serem julgados.

Entenda o caso
Acusado de chefiar um grupo de extermínio no Acre, Pascoal cumpre pena em Rio Branco por tráfico, tentativa de homicídio e corrupção eleitoral. Em 2009, ele foi condenado pela morte de Agilson Firmino, o 'Baiano', caso que ficou conhecido popularmente como 'Crime da Motosserra'. As condenações todas somam mais de 100 anos.

Firmino teria auxiliado na fuga de José Hugo Alves Júnior, suspeito de ter assassinado Itamar Pascoal, irmão do ex-deputado, após uma discussão em um posto de gasolina da capital.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Piauí (MP-PI) em janeiro de 1997, Hildebrando Pascoal conseguiu localizar José Hugo na fazenda Itapoã, no município de Parnaguá (PI). A vítima teria sido então levada para o município de Formosa do Rio Preto (BA), onde teria sido torturada e assassinada.

O ex-deputado também é acusado de sequestro e cárcere privado praticado contra Clerisnar dos Santos e seus dois filhos menores. Esposa e filhos de José Hugo respectivamente.
fonte : g1

Julgamento de processo contra prefeita de Parnaguá acontece amanhã



 
Acontece nesta sexta-feira (23), na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) o julgamento do recurso que pode cassar o mandato da prefeita Anna Cecília Risse (PSD) e sua vice-prefeita Nilse dos Santos (PMDB).
A ação que pede a impugnação do mandato da gestora foi ajuizado pelo ex-prefeito Cândido Lustosa Pereira Júnior (PTB), ele foi candidato a reeleição em 2012, mas foi derrotado por Anna Cecília.
O processo já foi apreciado em 1ª instância e na ocasião a prefeita foi absolvida. Ela é acusada pelo ex-gestor de fraude eleitoral, o processo cita que Anna teria trocado o nome do candidato de sua coligação às vésperas da eleição sem fazer a publicidade necessária, o que pode ser visto como “ação de má fé”.
fonte : o dia

Prefeitura de Curimatá realizará sua XXVII Grande Vaquejada nos dias 13 e 14 de junho

O município de Curimatá, 760 Km de Teresina, no extremo sul do estado, realiza sua XXVII Grande Vaquejada nos dias 13, 14 e 14 de junho. Serão 26.500,00 reais em prêmios.
Reidan Kleber, prefeito do município, revela que esse é um dos maiores eventos do sul do Piauí. “Nosso município atrai mais de 10 mil pessoas neste evento. É uma festa tradicional, da nossa cultura, que este ano tem a novidade de ser disputada em duas categorias, A (amador) e B (profissional)”, revela.
A vaquejada de Curimatá faz parte de um circuito regional que é antecedida da vaquejada de Sebastião Barros e sucedida das disputas de Parnaguá e Riacho Frio.
vacu.jpg
fonte:180 graus

terça-feira, 20 de maio de 2014

Prefeito se reúne com o secretário estadual de segurança em Teresina

Na manhã desta terça-feira (20/05), o prefeito, Reidan, de Curimatá esteve no Palácio do Karnak, em reunião com o secretário de segurança, Luiz Carlos, com o Comandante da PM-PI, coronel Lidío e com o deputado Gustava Neiva.
O prefeito foi em busca de mais segurança, para seu município, já que a sensação de insegurança é grande entre população. Ele, está pedindo uma força tarefa em Curimatá, para que o Banco do Brasil, possa ser reaberto novamente, pois já está com mais de dois meses fechado.
Segundo, Reidan, o povo de Curimatá, atualmente têm que se deslocar do município, para outras cidades da região para poderem ter acesso a bancos.
Está marcado, para as 14:00hs, uma audiência com o Delegado James Guerra, com coronel Lídio, e com o deputado Gustavo Neiva.
re.jpg
fonte: 180 graus

Reunião com o Superintendente Estadual do Banco do Brasil e Prefeito de Curimatá.

Na tarde de hoje, 19/05, prefeito Reidan Kléber Maia de Oliveira se reuniu em Teresina com a Superintendência Estadual do Banco do Brasil. A pauta do encontro foi em torno da reabertura da agência BB em Curimatá. O Superintendente Estadual Rosélio Arnold Furst o informou que os reparos estão sendo feitos, porém, não há data definitiva para o atendimento total do banco. Amanhã, 20/05 o prefeito terá audiência com o Secretario de Segurança Pública para tratarem sobre mais policiamento e ações de segurança para a cidade.IMG-20140519-WA0003.jpg
fonte: 180 graus

Instalada Subseção Judiciária de Corrente/PI

Instalada Subseção Judiciária de Corrente/PI
Localizada a mais de 890 km de Teresina, a cidade de Corrente, no extremo sul do Piauí, foi contemplada nesta segunda-feira, dia 19, com uma unidade da Justiça Federal. A instalação da quinta subseção judiciária do estado foi presidida pelo desembargador federal Cândido Ribeiro, presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, que comemorou a ampliação da Primeira Região da Justiça Federal. “Hoje é um dia de festa para nós da Justiça Federal e para a cidade de Corrente”, afirmou o magistrado ao observar o quanto a Justiça Federal cresceu desde seu ingresso na magistratura federal, em 1988. A solenidade foi prestigiada pelo diretor do foro da Seccional do Piauí, Francisco Hélio; pelo prefeito de Corrente, Jesualdo Cavalcanti Barros; pelo deputado federal Paes Landim; pelo deputado estadual João Madson, representando o governador do estado; pelo presidente da Câmara Municipal, Flávio Rivelino Barros; pelo desembargador federal Kassio Marques; pelo representante do MPF/PI, Francisco Alexandre de Paiva; pelo juiz federal Derivaldo de Figueiredo Bezerra Filho; pela representante do TRT/22.ª Região, Kelly Cardoso Silva; e pelo presidente da OAB/PI, Willian Carvalho.

Cândido Ribeiro ressaltou a importância do processo de interiorização em curso em todo o Brasil, que vai se consolidando passo a passo na Primeira Região. “Hoje nós conseguimos, com essa interiorização, chegar ao sul do Piauí, avançar e, depois da instalação de São Raimundo Nonato, chegamos a Corrente, município tradicional, com vocação para a atividade pecuária e para o comércio”, destacou.

Ao discursar sobre a área de jurisdição da Subseção Judiciária de Corrente, que abarca outros 19 municípios vizinhos, o presidente falou do acesso facilitado que a vara única irá proporcionar a mais de 175 mil habitantes da região, uma garantia prevista na Constituição Federal. “A nossa ideia é fazer com que a justiça se aproxime cada vez mais do jurisdicionado e dê a ele acesso à casa de justiça, seja em matéria previdenciária, seja na repressão aos delitos que envolvem a atuação na competência federal, seja na preservação do meio ambiente e no cuidado especial, principalmente nesta região que é uma grande fronteira agrícola e pecuária”, avaliou o magistrado.

Ele ressaltou, ainda, o fato de, com a nova vara, não haver mais necessidade de deslocamentos para Teresina ou Floriano, por parte da população mais carente, na busca de direitos. “O deslocamento agora será regional, no entorno de Corrente”, o que irá favorecer um atendimento mais célere à população mais carente, já que a vara vai contar com Juizado Especial Federal adjunto cível e criminal, além da competência geral.

Para o diretor do foro da Seccional do Piauí, juiz federal Francisco Hélio Camelo Ferreira, a instalação da nova vara tem significado especial, considerando a distância da região da capital do Piauí e o consequente isolamento imposto pela localização. “Apesar da Subseção de Corrente ter sido a última a ser instalada no estado, certamente ela é a mais importante, exatamente porque vem integrar o município de Corrente ao estado do Piauí de uma forma sólida, por meio da Justiça Federal”, afirmou.

Ele também destacou os benefícios que a nova unidade vai trazer para a população, em sua avaliação, extremamente carente. “A partir do instante em que nós aproximamos a justiça federal dessas pessoas, estamos prestando um grande serviço; elas certamente terão uma possibilidade maior de buscar seus direitos e de adquirir uma maior dignidade; e isso é fundamental na sociedade brasileira; estamos atendendo a um dos princípios da Constituição Federal, que é o de promover a dignidade do cidadão”, concluiu.

Dentro dessa perspectiva, o juiz federal que responderá pela Subseção Judiciária de Corrente, Derivaldo de Figueiredo Ferreira Filho, também comemorou a instalação da Vara. Ele foi designado para conduzir interinamente os passos iniciais da nova unidade ao lado dos cerca de 22 servidores que irão integrar o quadro da Subseção, 16 deles empossados momentos antes de ter início a solenidade de instalação. “Com a instalação da vara federal na histórica cidade de Corrente, temos uma solenidade e duas comemorações”, afirmou Derivaldo ao referir-se ao fato de o povo correntino celebrar a implantação de uma justiça que vela pela solidificação dos princípios republicanos, pela aplicação correta dos recursos públicos, e que luta para que os mais necessitados tenham suas carências básicas satisfeitas por meio da distribuição dos benefícios assistenciais, e também em razão da “alegria de termos a honra de, a partir dessa data primeva, poder participar da história desta terra, com todo o sentimento, experiência e aprendizado que lhe são inerentes”. E declarou seu orgulho em poder capitanear o encontro entre a Justiça Federal e o povo da região.

Também o deputado federal Paes Landim discursou lembrando a todos da dimensão continental do TRF da Primeira Região. Para ele, a presença da Justiça Federal em Corrente é um marco histórico e decisivo. “com certeza vai aumentar a autoestima dos que vivem aqui nesta cidade”, afirmou.

O prefeito de Corrente, Jesualdo Cavalcanti Barros, também falou de sua satisfação em vivenciar aquele momento. “A interiorização da Justiça Federal contemplou mais uma região antes desassistida pela presença da Justiça Federal”, disse. Lembrando Rui Barbosa, ele destacou a história de luta do povo correntino contra o isolamento. “Quando se instala uma casa de direito, nada mais adequado que relembrar a figura de Rui Barbosa, que dizia que a justiça tardia é a injustiça institucionalizada. É bem verdade que não deixa de ser justiça; agora imaginem uma justiça distante, longíngua e por isso mesmo inacessível”, explicou o prefeito para mostrar a realidade em que viviam no tocante à Justiça Federal, tendo que recorrer a Teresina ou a Floriano sempre que necessitavam.

“Pois bem, o que eu quero dizer aqui é que por mais que se possa imaginar, por mais que se queira, é muito difícil mensurar a nossa alegria por termos a justiça federal hoje instalada na cidade de Corrente”, comemorou Jesualdo.

A classe dos advogados também se manifestou a respeito da nova Subseção Judiciária. O presidente da OAB, Seção Piauí, Willian Carvalho, falou do momento, segundo ele histórico para toda a população. Assim como o diretor do foro, Francisco Hélio, ele destacou o fato de Corrente ser a última vara instalada no interior do estado. “É a última, mas é a que mais determina, que mais representa a necessidade da presença do estado no extremo Sul do Piauí”, afiançou. Ele aproveitou o momento para registrar dois pleitos da entidade, sendo o primeiro para que o processo de interiorização no estado tenha prosseguimento e o segundo para que sejam instaladas turmas recursais na região. “O estado do Piauí é muito extenso e muito carente da presença da Justiça Federal”, afirmou. “Registramos a necessidade de uma interiorização mais intensa ainda no estado”.

Prestigiaram o evento, ainda, diversas autoridades integrantes do três poderes nas esferas federal, estadual e municipal, entre elas o juiz federal convocado Carlos Augusto Pires Brandão; os juízes federais da Seccional do Piauí, Sandro Helano, Daniel Santos Rocha Sobral e Marina Rocha Cavalcanti Barros Mendes; o diretor-geral do TRF, Carlos Frederico Maia Bezerra; o secretário-geral do TRF, Deyr José Gomes Junior; o diretor da Secad/SJPI, Edvaldo Rodrigues da Silva; servidores e convidados.

IM

Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da Primeira Região

sábado, 17 de maio de 2014

Dia nacional de combate a exploração sexual da criança e do adolescente.

e1.jpg
O Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente em parceria com a prefeitura de Curimatá, secretaria de assistência social, educação e saúde promoveu uma linda manifestação de comemoração ao dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. O TEMA: Não se Cale! Denuncie! Juntos podemos mais. A nossa intenção é mostra para nossa sociedade que é possível combater, através de mobilização com a população em geral formadora de opinião. Utilizando ações espontâneas para reconhecer e denunciar, protegendo assim as crianças e adolescentes. Marcou presença alunos de todos os colégios, autoridades como o promotor de justiça, vereadora Nazinha e demais vereadores, primeira dama Idaiane e secretários do município, professores e país de alunos.e3.jpg
e4.jpg
e5.jpg
e6.jpg
e7.jpg
e8.jpg
e9.jpg
e10.jpg
e11.jpg
e12.jpg
e13.jpg
e14.jpg
e15.jpg
e16.jpg
e17.jpg
e19.jpg
e20.jpg
e21.jpg
e22.jpg
e23.jpg
fonte: Indira Ghandi para o 180 graus

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More